Busca na UnAN:
  • Tudo
destaques
Professor da Unesp recebe Prêmio Fundação Bunge Juventude
Entrega ocorreu no Palácio dos Bandeirantes
Assessoria de Comunicação e Imprensa
27/09/2017

Marcelo Loureiro Garcia, professor do Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Unesp de Rio Claro, foi contemplado com o Prêmio Fundação Bunge Juventude na categoria Desafios globais da sustentabilidade do agronegócio brasileiro, que, nesta 38ª edição contemplou a área de Ciências Agrárias. O prêmio consiste em Medalha de Prata, Diploma de Reconhecimento Público e importância de R$ 60 mil.


A entrega do Prêmio ocorreu dia 27 de setembro, em sessão solene, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, SP, com a presença do Govenador do Estado, Geraldo Alckmin; e do prefeito da cidade de São Paulo, João Dória, e do reitor da Unesp, Sandro Roberto Valentini, além presidente da Fundação Bunge, Carlo Lovatelli, e da VP de Gente e Gestão da Bunge Brasil, Andrea Marquez Fontes. A divulgação da premiação ocorreu dia 11 de agosto em sessão solene realizada no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.


Para acessar fotos da cerimônia clique no link abaixo:
https://photos.app.goo.gl/IvZMZuVOOnBaSHAV2


bunge-governador.jpg


alckmin-e-marcelo.jpg


Marcelo Loureiro Garcia foi reconhecido pelos estudos ligados ao tratamento de rejeitos diversos e o reuso de águas, com aplicação de métodos que proporcionem redução de impactos ambientais e recuperação de matéria e energia. Nascido em Piracicaba, no interior de São Paulo, Marcelo é graduado em Engenharia Civil, com mestrado em Engenharia Hidráulica e Saneamento, ambos pela Escola de Engenharia de São Carlos (EESC/USP).


Depoimento do vencedor do Prêmio Bunge Juventude
"É uma honra receber a premiação da Fundação Bunge. Sinto-me muito satisfeito e feliz com o reconhecimento. Espero fazer uma excelente representação da Unesp nos eventos relativos à Cerimônia. A conquista, no entanto, foi somente possível porque eu tive a felicidade de encontrar pessoas muito competentes nos diversos estágios da minha carreira acadêmica, as quais me fizeram crescer pessoal e profissionalmente e com as quais trabalhamos conjuntamente e desenvolvemos inúmeras colaborações científicas. Eu tive o melhor discente que algum docente pode ter, Lucas Tadeu Fuess, e tive os melhores orientadores que um discente pode ter, Marcelo Zaiat e Lars Angenent. A importância da obtenção do prêmio implica a continuidade de um trabalho que vem sendo desenvolvido há anos. É um indicador de que estamos percorrendo o caminho certo e serve como combustível para desenvolver mais trabalhos, gerando novos conhecimentos e a formação de recursos humanos."
Marcelo Loureiro Garcia, professor do Instituto de Geociências e Ciências Exatas da Unesp de Rio Claro


Sobre Marcelo Loureiro Garcia
Atua no curso de graduação em Engenharia Ambiental e no programa de pós-graduação em Geociências e Meio Ambiente do Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE) da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP) - Câmpus de Rio Claro, no qual realizou a Livre-Docência em Engenharia Sanitária. Obteve o título de Doutor (Ph.D.) em Engenharia Ambiental pela Washington University in Saint Louis (WUSTL), School of Engineering & Applied Science (USA), com financiamento do U.S. Department of Agriculture (USDA). É graduado em Engenharia Civil, mestrado e pós-doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da Universidade de São Paulo (USP), cujos projetos de pesquisa foram financiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Tem experiência na área de Engenharia Sanitária e Ambiental com ênfase em tratamento de águas residuárias, na qual os seguintes temas de pesquisa são aplicados: digestão anaeróbia, desenvolvimento de reatores, produção de bioenergia, pós-tratamento, disposição de lodo em solo, reúso de água, microbiologia e biologia molecular; busca ações de sustentabilidade no manejo de águas residuárias, investigando a aplicação de métodos de tratamento que proporcionem a redução de impactos ambientais e a recuperação de matéria e energia.


O Prêmio
O Prêmio Fundação Bunge foi criado em 1955 com objetivo de incentivar o desenvolvimento das ciências e cultura no Brasil, homenagear o poder transformador dos indivíduos na sociedade e estimular novos talentos. Desde sua criação, cerca de 190 personalidades já foram premiadas entre elas Jorge Amado, Oscar Niemeyer, Ruth Rocha, Carlos Chagas Filho, Adriana Lisboa e Fernando Abrucio.


A indicação dos nomes é feita diretamente pelas intuições acadêmicas, científicas e culturais e em nenhum momento do processo de premiação são divulgados os nomes dos indicados. Apenas os nomes dos contemplados de cada área são conhecidos no final do processo. Esse sigilo assegura a independência do Prêmio e a indicação dos melhores em cada área, segundo o aval dos reconhecidos especialistas integrantes das comissões e júri. Por isso, não há concorrentes, nem perdedores. O prêmio destaca a inovação incorporada nos projetos, que acabam beneficiando a sociedade brasileira e até outros países, que podem adotar iniciativas bem sucedidas aqui e que servem para outras sociedades.

Atendimento Online UnAN
jornalista
Nosso Atendimento Online é um sistema que está pronto para ajudá-lo com suas demandas. Acesse agora e conte com nossa parceria!
unan@unesp.br
(+55 11) 5627-0323
produtos

Guia de Profissoes UnespVestibular UnespClipping UnespTV UnespRádio Unesp
ACI - Assessoria de Comunicação e Imprensa da Unesp
Rua Quirino de Andrade, 215 - 4o andar
Centro - São Paulo - SP - 01049-010
(+55 11) 5627-0327
unan@unesp.br UnAN - Acesse também por Smarthphone e Tablet
Facebook Unesp ReitoriaTwitter Unesp ReitoriaInstagram Unesp Reitoria