Busca na UnAN:
  • Tudo
destaques
Professores da Unesp são empossados em organismo internacional
Docentes passam a integrar a Academia de Ciências para o Mundo em Desenvolvimento (TWAS)
Assessoria de Comunicação e Imprensa, com informações da Academia Brasileira de Ciências
28/10/2014
Parte dos empossados desse ano com o presidente da ABC, Jacob Palis, e o presidente do CNPq, Glaucius Oliva, também membros da TWAS

Professor do Instituto de Fisica Teórica da Unesp, Nathan Berkovits, e Vanderlan da Silva Bolzani , do Instituto de Química da Unesp de Araraquara, foram empossados Unesp-Araraquara) durante a 25ª Assembleia Geral da Academia de Ciências para o Mundo em Desenvolvimento (TWAS), realizada em Mascate, capital do Sultanato de Omã, de 26 a 29 de outubro.


Cinco brasileiros,  membros da ABC (Academia Brasileira de Ciências), foram eleitos para integrar a Academia de Ciências para o Mundo em Desenvolvimento (TWAS). São eles Fernando CunhaMarcos PimentaMaria de Fatima Grossi de SaOswaldo Luiz Alves e Rodrigo Corrêa-Oliveira.



A TWAS é uma academia de ciências global baseada em Trieste, na Itália, que trabalha pelo avanço da ciência e engenharia visando a prosperidade sustentável no mundo em desenvolvimento. Para ser membro da TWAS, é preciso que o cientista seja membro da Academia de seu respectivo país.


Mais 46 novos membros, no total, foram anunciados. Os eleitos vêm de países como China, Índia, Áustria, Japão, Equador, Uruguai, Tanzânia e Uzbequistão. A Academia tem, agora, um quadro de 1148 "fellows". Eles serão empossados durante a 26ª Assembleia Geral, em 2015. 



Durante a abertura da Assembleia Geral, o presidente da TWAS, Chunli Bai, saudou o presidente da ABC, Jacob Palis, que comandou a Academia de Ciências para o Mundo em Desenvolvimento entre 2007 e 2012. Bai comemorou os 31 anos de existência da TWAS, que vem prestigiando cientistas de excelência de várias partes do mundo. 



"Temos a ambição de construir uma nova geração de cientistas e de produzir um impacto positivo verdadeiramente global", afirmou Bai. "Estamos vendo uma tendência altamente significativa: as nações emergentes estão tomando posições de liderança científica no mundo em desenvolvimento. Elas aprenderam lições importantes sobre a construção de força científica em seus próprios países, e agora estão compartilhando sua experiência com outros países em desenvolvimento, especialmente os menos desenvolvidos."



Conheça os brasileiros eleitos: 



Ciências Agrárias


Maria de Fatima Grossi de Sa: Pesquisadora da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, ela estabeleceu um grupo de pesquisa de referência envolvido nos estudos da interação molecular entre planta e praga, prospecção e identificação de novos genes/promotores aplicados em estudos de estresse biótico/ não-biótico, genômica funcional e engenharia genética de culturas para resistência a pragas e tolerância à seca. Recebeu, entre outros, o Prêmio Brasil Scopus.

 

Ciências da Saúde 


Rodrigo Corrêa-Oliveira: Pesquisador sênior do Centro de Pesquisas René Rachou da Fiocruz Minas, ele tem contribuído para o desenvolvimento de uma abordagem integrada em estudos sobre doenças humanas infecciosas, além de identificar os principais mecanismos imunológicos envolvidos no desenvolvimento de patologias graves e respostas dos indivíduos com infecções porSchistosoma mansoni e Trypanosoma cruzi (doença de Chagas). Também contribuiu para o desenvolvimento de vacinas contra a ancilostomíase humana e leishmaniose visceral canina. Recebeu, entre outros prêmios, a Medalha de Honra Carlos Chagas, da Fiocruz. 



Fernando Cunha
: Professor do Departamento de Farmacologia da Universidade de São Paulo, o foco de sua pesquisa é no papel das citocinas no início da inflamação e da dor; os mecanismos de migração de leucócitos para o local da inflamação; e o papel da resposta inflamatória para a progressão da sépsis. Ganhou o Prêmio Mauricio Rocha e Silva e o Prêmio USP de melhor cientista.

 

Ciências Químicas

Oswaldo Luiz Alves: Professor de química da Universidade Estadual de Campinas, conribuiu significativamente na elaboração de óculos especiais para optoeletrônica; no mecanismo envolvido na formação de nanopartículas de prata produzidas pelo fungo Fusarium oxysporum; e no desenvolvimento de tecnologia relacionada à recuperação ambiental de efluentes industriais (têxteis e de papel) licenciadas para uma empresa brasileira. Ganhou o Prêmio Abiquim de Inovação, o Prêmio Fritz Feigl e é membro da Ordem Nacional do Mérito Científico. 



Ciências Físicas 


Marcos Pimenta: Professor Titular do Departamento de Física da Universidade Federal de Minas Gerais, tem feito importantes contribuições para o estudo e compreensão das propriedades eletrônicas e ópticas de grafeno e os nanotubos de carbono usando espectroscopia Raman, o que tem relevância para o uso desses materiais em nanotecnologia. Recebeu o Prêmio TWAS de Física, o Prêmio Scopus e é Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico.



Posse dos membros eleitos em 2013


Durante a 25ª Assembleia Geral, também aconteceu a posse dos 52 membros cuja eleição foi anunciada na Assembleia do ano passado. Onze brasileiros, além dos professores Berkovitz e Vanderlan, estão entre os empossados: Adalberto Fazzio (USP), Alexander Kellner (UFRJ), Artur Oscar Lopes (UFRGS), Eduardo Luiz Damiani Bica (UFRGS), Helena Nader (Unifesp), Ivan Chestakov (USP), Luiz Drude de Lacerda (UFC), Maurício Lima Barreto (UFBA), e Ricardo Antunes de Azevedo (Esalq/USP). O membro afiliado da ABC Dario Zamboni também foi eleito membro afiliado da TWAS, no período 2014-2018.
Atendimento Online UnAN
jornalista
Nosso Atendimento Online é um sistema que está pronto para ajudá-lo com suas demandas. Acesse agora e conte com nossa parceria!
unan@unesp.br
(+55 11) 5627-0323
produtos

Guia de Profissoes UnespVestibular UnespClipping UnespTV UnespRádio Unesp
ACI - Assessoria de Comunicação e Imprensa da Unesp
Rua Quirino de Andrade, 215 - 4o andar
Centro - São Paulo - SP - 01049-010
(+55 11) 5627-0327
unan@unesp.br UnAN - Acesse também por Smarthphone e Tablet
Facebook Unesp ReitoriaTwitter Unesp ReitoriaInstagram Unesp Reitoria