Busca na UnAN:
  • Tudo
destaques
Físico russo discute limites da fibra óptica
Marcos Jorge
11/12/2013
Segundo o pesquisador russo, sem desenvolvimento tecnológico, fibras ópticas poderiam chegar a um limite de capacidade em 2020

O Instituto de Física Teórica (IFT) recebeu, no dia 6 de dezembro, a visita do russo Sergei Turitsyn. A área de estudos do pesquisador da Aston University, do Reino Unido, é a fotônica, em especial o desenvolvimento de fibras ópticas, canal responsável por 99% do tráfego mundial de dados atualmente.


A palestra de Turitsyn abordou os efeitos não lineares e as tecnologias de sistemas de comunicação ópticos, como parte da programação da School On Nonlinear Optics and Nanophotonics, promovido pelo ICTP-SAIFR (Instituto Sul-Americano do Centro Internacional de Física Teórica), localizado no IFT.


A compreensão de sistemas não-lineares é fundamental para a comunicação óptica, uma vez que afeta diretamente a transmissão dos dados. "De uma forma simplificada, em um canal linear, como rádio, você aumenta a potência do seu sinal e ele não é prejudicado. Em uma situação não linear, você aumenta a potência e a transmissão é afetada. Esta não linearidade limita a capacidade de transmissão de dados da fibra óptica", explica Turytsyn.


Segundo o pesquisador da universidade britânica, existe atualmente uma enorme demanda por sistemas de comunicação (mais usuários, mais ferramentas, mídias sociais, games, vídeos, etc) que exigem um constante desenvolvimento tecnológico. "Pesquisas apontam que se nós não avançarmos tecnologicamente nesta área, alcançaríamos uma crise de capacidade em 2020. É por isso que os estudos destes sistemas não-lineares e da ciência não-linear são importantes", reitera.


Turitsyn lembra que a perda deste sistema óptico não-linear é pequena, mas ela se torna bastante significativa quando consideramos os milhares de quilômetros de fibras ópticas usados, por exemplo, em conexões intercontinentais. "Se colocarmos toda a fibra óptica em uso no planeta Terra em uma linha reta, a distância percorrida seria suficiente para ir do Sol até o planeta Saturno", aponta.


Em 2009, o chinês Charles Kao recebeu o prêmio Nobel de física por estudos pioneiros realizados em 1966 e que levaram posteriormente ao desenvolvimento da fibra óptica. Em menos de 50 anos, a tecnologia saiu dos laboratórios, alcançou a sociedade e é responsável por 99% de todo o tráfico global de dados.


"É um dos melhores meios de transmissão já inventados pelo homem, porque praticamente não sofre perdas. Acho que a tecnologia alcançou a sociedade tão rápido e tão efetivamente porque é algo realmente importante. Quanto mais nos comunicamos, mais coisas inventamos, mais progresso temos. Nosso conhecimento é reforçado por esta comunicação", explica.


Internacionalização da Unesp
A Unesp assumiu a internacionalização da universidade como uma das prioridades de sua gestão, mantendo atualmente relações com 45 países, num total de 395 acordos vigentes. Este esforço visa diversificar o ambiente acadêmico e colocar alunos e professores em contato com outras culturas e diferentes visões de mundo, contribuindo assim para o intercâmbio da ciência e do conhecimento e garantindo a inserção da Unesp no rol das grandes instituições de ensino superior internacionais.

Atendimento Online UnAN
jornalista
Nosso Atendimento Online é um sistema que está pronto para ajudá-lo com suas demandas. Acesse agora e conte com nossa parceria!
unan@unesp.br
(+55 11) 5627-0323
produtos

Guia de Profissoes UnespVestibular UnespClipping UnespTV UnespRádio Unesp
ACI - Assessoria de Comunicação e Imprensa da Unesp
Rua Quirino de Andrade, 215 - 4o andar
Centro - São Paulo - SP - 01049-010
(+55 11) 5627-0327
unan@unesp.br UnAN - Acesse também por Smarthphone e Tablet
Facebook Unesp ReitoriaTwitter Unesp ReitoriaInstagram Unesp Reitoria